• Ramo da Terra

Zoneamento Agroecológico: Uma Nova Consciência Social

A expansão demográfica traz a consequência da necessidade de aumentar a produção de alimentos e outros produtos agrícolas. Esta é uma afirmação que nos traz alguns questionamentos, como por exemplo: Como produzir em grande escala de forma sustentável para suprir as necessidades dos povos? E não há dúvidas que o dimensionamento da oferta dos recursos naturais é essencial para assegurar o melhoramento da qualidade de vida da sociedade brasileira; e que é necessário identificar estratégias, políticas e ações que compatibilizam o desenvolvimento do meio rural com a conservação da qualidade ambiental.

O Zoneamento Agroecológico é uma ferramenta de planejamento rural regional, a partir do conhecimento das capacidades e vulnerabilidades ambientais de determinada região, especialmente do comportamento e das características do clima, do solo, da vegetação e da geomorfologia, com foco na aptidão das terras para uso agrícola, que considera também as características sociais e econômicas de cada local. Assim, para cada zona delimitada é possível determinar um conjunto de diretrizes gerais e específicas que nortearão as políticas públicas e as ações de uso da terra.


Fonte: EMBRAPA, 2020.


Hoje, sendo uma demanda de governo, setores da produção agropecuária, e especialmente agricultores e seguradoras (públicas e privadas), este, não necessita de uma metodologia única, e em geral, depende do objetivo. Dentre os mais diversos benefícios que o Zoneamento Agroecológico fornece, podemos citar:

- Permite o uso e ocupação das terras agrícolas com foco na sustentabilidade e preservação dos recursos naturais;

- Promove a consolidação dos parques e reservas ecológicas e indígenas existentes;

- Oferece critérios para o "Programa de Recuperação de Áreas Degradadas";

- Fornece argumentos e elementos para a institucionalização normativa de uma agricultura que visa o uso eficiente das paisagens produtivas.

Contudo, é fato que Zoneamento Agroecológico nada mais é do que a caracterização das potencialidades dos ambientes, em seus mais diversos aspectos. Aplicado à agropecuária, por exemplo, torna-se uma ferramenta para que o produtor possa identificar os pontos fortes e as deficiências de sua área produtiva. Além disso, é um subsídio importante para orientar o uso, ocupação e manejo ambiental de forma integrada, levando em conta os recursos naturais renováveis que coexistem nas diferentes paisagens.


Se interessou pelo conteúdo? Gostaria de um orçamento?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Orçamentos:

Cel: (18) 99717-6656 (João Pedro)

Cel: (16) 99209-9798 (Carlos)

Email: ramodaterra.comercial@gmail.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej

REFERÊNCIAS

ZONEAMENTO AGROECOLÓGICO,2020. Disponível em:

<https://www.embrapa.br/tema-zoneamento-agroecologico>.

Acesso em: 21 jul. 2020.

ZONEAMENTO AGROECOLÓGICO: OBJETIVOS, CONCEITOS CENTRAIS E ASPECTOS METODOLÓGICOS. Disponível em: <https://acervo.socioambiental.org/sites/default/files/documents/10D00321.pdf > Acesso em: 21 jul. 2020.

ZONEAMENTO AGROECOLÓGICO E A AGRICULTURA FAMILIAR, 2010.Disponível em:<https://www.agrolink.com.br/noticias/zoneamento-agroecologico-e-a-agricultura-familiar119271.html>. Acesso em: 21 jul. 2020.

ZONEAMENTO AGROECOLÓGICO, 2019. Disponível em:

<https://blog.ifope.com.br/zoneamento-agroecologico/>. Acesso em: 21 jul. 2020.

© 2020 by Ramo da Terra - Empresa Júnior de Engenharia Agronômica.