• Ramo da Terra

Utilização da Crotalaria juncea na adubação verde.

Atualizado: Mai 11

Ao se referir nos sistemas de produção agrícola, tendo em vista os aspectos relacionados diretamente a conservação de recursos locais e aprimoramento dos processos biológicos, é de extrema importância ressaltar o uso da adubação verde, principalmente com a utilização de leguminosas, como a crotalária.


É uma técnica que se baseia no uso de plantas em forma de rotação ou consórcio com as culturas de interesse econômico. Essa planta tem por particularidades em geral o aprimoramento de atributos químicos (pH, teor de nutrientes, capacidade de troca iônica, condutividade elétrica e matéria orgânica), físicos (textura, estrutura, densidade, porosidade, permeabilidade, fluxo de água, ar e calor) e biológicos (ação dos organismos vivos do solo, tanto animais quanto vegetais) do solo, podendo ser incorporadas ao solo ou roçadas, sendo mantidas na superfície.


A Crotalaria juncea é uma espécie de clima tropical e vem da família das leguminosas, seu uso como adubo verde é amplamente preconizado observando seu rápido crescimento, supressão de ervas espontâneas e ao grande potencial de produção de biomassa e FBN (Fixação biológica de Nitrogênio). Sua principal adversidade esta no seu fotoperiodo onde ela é bem frágil, sendo necessário praticas agronômicas para sua adequação como mudanças e variações nas épocas de plantio/semeadura.


É uma planta de crescimento acelerado (180 a 240 dias até a colheita de sementes, dependendo da época de semeadura). Para plantios de primavera-verão, o arranjo recomendado é de sulcos, com espaçamento de 30 centímetros e densidade de 30 plantas por metro linear. Em cultivos de início de outono, recomenda-se a densidade de 40 plantas por metro linear e espaçamento de 30 centímetros entre sulcos de plantio.


Nas respectivas épocas de plantio, esses arranjos populacionais oferecem redução no aparecimento de plantas invasoras, alta taxa de nitrogênio e grande produção de biomassa e de sementes, sendo que a produtividade de biomassa é maior na primavera-verão e a de sementes é maior no outono.


Fonte: https://blog.aegro.com.br/como-a-crotalaria-controla-nematoides/


A Crotalaria juncea é uma leguminosa a qual tem muito a oferecer como adubação verde. Essa leguminosa além da FBN ela também é a “hospedeira final” da praga nematoide Meloidogyne incógnita a qual prejudica o desenvolvimento e sobrevivência de muitas culturas. Fora isso a Crotalaria juncea movimenta o solo por ser uma cultura anual que na sua troca acaba movimentando o solo e protegendo o mesmo.

Se interessou pelo conteúdo? Gostaria de um orçamento?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Orçamentos:

Cel: (16) 99209-9798 (Carlos)

Email: mkt.ramodaterra@gmail.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej

Referências bibliográficas:


ESPÍNDOLA, José Antonio Azevedo; GUERRA, José GM; DE ALMEIDA, D. L. Adubação verde: estratégia para uma agricultura sustentável. Embrapa Agrobiologia-Documentos (INFOTECA-E), 1997.


PEREIRA, Arison José et al. Desempenho agronômico de Crotalaria juncea em diferentes arranjos populacionais e épocas do ano. Embrapa Agrobiologia-Comunicado Técnico (INFOTECA-E), 2005.

3 comentários