Produtores investem em Biodigestores para reduzir gastos com energia.

No contexto da atual crise brasileira de abastecimento de energia elétrica, alguns produtores aderiram aos biodigestores e encontraram uma alternativa para reduzir os gastos e ainda contribuir com o meio ambiente. De forma geral, biodigestores são compartimentos fechados que catalisam o processo de decomposição da matéria orgânica na ausência de oxigênio.


Esses compartimentos podem ser grandes aliados para o desenvolvimento sustentável dentro do campo, promovendo o saneamento rural, prevenindo a poluição e conservando os recursos hídricos, os quais são finitos e vulneráveis, portanto, devem ser utilizados racionalmente para consumo humano dentre outros usos prioritários e não como veículo para dejetos. Esta tecnologia possibilita a utilização do biofertilizante como adubo orgânico, em substituição aos adubos químicos que em seus processos de produção causam impactos ambientais e consomem energia. Assim, os biodigestores podem converter os dejetos animais de um problema em uma solução (ANDRADE, M. A. N. et. al.,2002).


Os biodigestores têm a capacidade de reduzir os gases que provocam o efeito estufa do planeta, provocando uma sustentabilidade social e ambiental. Os dejetos dos animais são despejados em um tanque, na qual se faz a separação do que é líquido e sólido, onde o sólido é transferido para uma carreta com a finalidade de fazer adubos orgânicos e o líquido é despejado para dentro do biodigestor (permanecendo por 30 dias), gerando energia elétrica à um gerador, que só é possível devido a queima do CH4 (metano) no biogás.


A fermentação anaeróbica da matéria orgânica (biogás) gera a partir do CH4, energia térmica e elétrica, onde o biogás precisa primeiramente ser queimado para provocar essas resultantes que podem serem utilizadas em diversas formas dentro de uma propriedade, como para flambar carcaças de suínos (CARVALHO, T.; NOLASCO, M. A., 2006)

Ainda segundo Carvalho e Nolasco (2006), no aproveitamento do biogás para a produção de energia é necessário usar um sistema compressor e um sistema de filtragem e secagem do biogás (por conter umidade e gases indesejáveis).


Portanto, o uso de biodigestores vem crescendo cada vez mais, uma vez que os produtores querem acima de tudo, economizar na conta de energia e diminuir os efeitos ambientais, gerando dessa forma crédito de carbono através de empresas associadas e cooperativas. O retorno para quem adere a este gerador de energia é grande, a estimativa é que os pequenos produtores possam quitar o investimento em cinco anos (CARVALHO, T.; NOLASCO, M. A., 2006, apud. informação fornecida por: Sr. Julio Cesar Cavasin – Diretor técnico do Instituto Sadia de Sustentabilidade).


 

Se interessou pelo conteúdo?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Cel: (35) 98807-5190 (Guilherme)

Email: marketing@ramodaterraej.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej

 

Referências bibliográficas:


ANDRADE, M. A. N. et. al. Biodigestores rurais no contexto da atual crise de energia elétrica brasileira e na perspectiva da sustentabilidade ambiental. Coordenadoria de Gestão Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina, An. 4. Enc. Energ. Meio Rural 2002. Disponível em: < http://www.proceedings.scielo.br/pdf/agrener/n4v1/030.pdf>.

CARVALHO, T; NOLASCO, M.A. Créditos de Carbono e geração de energia com uso de biodigestores no tratamento de dejetos suínos. Rev. Acad., Curitiba, v.4, n.3, p. 23-32, jul./set. 2006. Disponível em: <https://periodicos.pucpr.br/index.php/cienciaanimal/article/

view/9405/9051>.


INFOESCOLA.Biodigestores. Disponível em: <https://www.infoescola.com/energia/biodigestores/>. Acesso em: 7 Oct. 2021.

NOSSO CAMPO, Tv Tem. Produtores investem em biodigestor para reduzir conta de energia: Investimento gera redução significativa nos custos mensais. G1 - Sorocaba e Jundiaí, out. 2021. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/nosso-campo/ noticia/2021/10/03/produtores-investem-em-biodigestor-para-reduzir-conta-de-energia.ghtml>.


PORTAL RESÍDUOS SÓLIDOS. O que são biodigestores. Disponível em: <https://portalresiduossolidos.com/o-que-sao-biodigestores>.


‌PRACIANO, A. C. et al.O uso de biodigestores na agropecuária e os créditos de carbono. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9). Disponível em: <http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45371>.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo