• Ramo da Terra

Produção de uva no Estado de São Paulo para processamento de vinhos e sucos varietais

O rápido e gradativo crescimento da chamada cadeia vitícola brasileira tem proporcionado novos desafios, que possibilitam associar a competitividade do negócio a sua sustentabilidade. Neste contexto a produção de sucos, espumantes e vinhos seguros em Sistemas sustentáveis de produção é uma iniciativa saudável para todos e fortemente alinhada às exigências de mercado brasileiro e Internacional.


Existem hoje no mercado muitas variedades especificas para cada segmento da cadeia de produção, as principais pertencem à espécie Vitis vinífera, usadas na elaboração de vinhos finos e as espécies V. labrusca e V. bourquina usadas na elaboração de vinhos de mesa e sucos de uva.

Quando se refere ao mercado nacional, existem incontáveis espécies destinadas para cada região e clima, em sua grande maioria foi modificada geneticamente para resistir às diversas intemperes, ou para altas produtividades como também a própria resistência a pragas e doenças decorrentes nas espécies de uva.

Quando se fala na produção de vinhos finos, ou na própria incorporação de sucos no estado de São Paulo, percebe-se o grande potencial que estas uvas possuem, abrangendo muitas áreas e trazendo as novas fronteiras da Viticultura Paulista, graças às altas temperaturas e ótimos índices pluviométricos agregados a variedades adaptadas ao clima em especifico. Um exemplo em que elas se destacam é no próprio circuito das frutas que abrange mais de 10 municípios altamente produtivos dessa fruta.


A “BRS Violeta”, desenvolvida pela EMBRAPA é uma variedade pouco conhecida para o enriquecimento de sucos varietais, como exemplo os do tipo “Isabel” e “Concord”, porém possui alto potencial graças a alguns fatores, é uma variedade que tem como base genética a “BRS Rúbea” que já vem com longo histórico de resistência e alto índice de matéria corante, a Violeta possui grau BRIX entre os 19º e 21º e PH entre os 3,70 e 3,80. Por ser uma variedade de ciclo precoce, contribui para antecipar o período de colheita, reduzindo a ociosidade da indústria e facilitando a oferta e valorização da matéria-prima de qualidade, havendo obtenção de produtividade em torno das 30 toneladas por hectare.

Essa é só umas das muitas escolhas que o pequeno, médio e grande produtor podem optar para utilizar em sua propriedade, tudo dependendo do seu objetivo e foco como comerciante e produtor da fruta, onde alinhado com muita pesquisa e planejamento, pode-se atingir e superar todas as expectativas para safras futuras.


Para melhor entendimento sobre a produção de uva assista o vídeo do canal Hora da Roça do nosso parceiro Matheus Parlato.



Se interessou pelo conteúdo? Gostaria de um orçamento?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Orçamentos:

Cel: (16) 99209-9798 (Carlos)

Cel: (17) 99771-6702 (Gabriela)

Email: mkt.ramodaterra@gmail.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej


Referências Bibliográficas

DA SILVEIRA, S. V.; HOFFMANN, A.; GARRIDO, L. da R. Produção integrada de uva para processamento: implantação do vinhedo, cultivares e manejo da planta. Embrapa Uva e Vinho-Livro técnico (INFOTECA-E), 2016.

CAMARGO, Umberto Almeida; MAIA, João Dimas Garcia; NACHTIGAL, Jair Costa. BRS Violeta: nova cultivar de uva para suco e vinho de mesa. Embrapa Uva e Vinho-Comunicado Técnico (INFOTECA-E), 2005.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2020 by Ramo da Terra - Empresa Júnior de Engenharia Agronômica.