• Ramo da Terra

Policultura: sustentabilidade e benefícios ao produtor

Atualizado: Mai 11

Diferentemente da monocultura, principal sistema de cultivo entre os médios e grandes produtores, a policultura traz consigo o desenvolvimento de diferentes tipos de culturas em um mesmo local, formando pequenas hortas. É utilizada por pequenos agricultores na agricultura de subsistência ou familiar por exigir menores espaços e menos tecnologia na irrigação. Os principais produtos cultivados neste sistema são hortaliças, feijão, milho, algodão, mandioca, batata, fumo e frutas.


https://www.pensamentoverde.com.br/economia-verde/policultura-no-brasil-como-se-desenvolve-quem-pratica-vantagens-e-desvantagens/


A principal vantagem desse sistema de cultivo é a obtenção de plantas fortalecidas devido ao ambiente de competição entre as culturas, as plantas desenvolvem raízes grossas para suprir suas necessidades de água e nutrientes, formando então uma planta mais forte e vigorosa.

Tal prática da preferência a rotação de culturas contribuindo para uma menor degradação do solo por estar em uma constante renovação, conhecida por ser um dos sistemas mais sustentáveis de criação agrícola, sendo natural e orgânica.


https://nossacausa.com/agricultura-organica/


Por ter grande variedade de culturas repele pragas e é mais resistente a doenças, não carecendo de agrotóxicos e fertilizantes, qualidade procurada pole consumidor que busca por alimentos mais saudáveis, além de preservar os rios e ser favorável para polinizadores. Praticada por pequenos produtores, movimenta e abastece o mercado regional conseguindo ser uma fonte de renda para o agricultor.

O sistema utiliza plantas de ciclo curto, médio e longo, e mescla plantas arbóreas e rasteiras, imitando os processos de sucessão natural mantendo o solo fértil e proporcionando fonte de renda o ano todo. No entanto, exige maior planejamento, análise e desenvolvimento, para o sucesso desse sistema, necessitando de certa assistência técnica.


https://pt.wikipedia.org/wiki/Agricultura_familiar


O pequeno agricultor vem sentindo dificuldades pela falta de apoio e auxilio econômicos governamentais, que beneficia em sua grande parte os grandes produtores. Tentam sobreviver em meio as adversidades do sistema que vem tendo preferência pelo uso de agrotóxicos, alimentos geneticamente modificados, entre outros. Dessa forma a policultura pode proporcionar estabilidade econômica ao pequeno produtor, que pode explorar de diversas culturas durante o ano e tem a possibilidade de ofertar um produto de qualidade de maior valor agregado por ser orgânico.

Se interessou pelo conteúdo? Gostaria de um orçamento?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Orçamentos:

Cel: (16) 99209-9798 (Carlos)

Email: mkt.ramodaterra@gmail.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej

Referências:

Agricultura de subsistência. Toda Matéria, 2020. Disponível em:<https://www.todamateria.com.br/agricultura-de-subsistencia/>. Acesso em: 17 de novembro de 2020.


ALVES, Mayk. A policultura e a sua influência nas questões ambientais. Agro 2.0, 2019. Disponível em:<https://agro20.com.br/policultura/>. Acesso em: 17 de novembro de 2020.

Policultura no Brasil: como se desenvolve, quem a prática, vantagens e desvantagens.

Pensamento Verde, 2017. Disponível em:<https://www.pensamentoverde.com.br/economia-verde/policultura-no-brasil-como-se-desenvolve-quem-pratica-vantagens-e-desvantagens/>. Acesso em: 17 de novembro de 2020.

0 comentário