• Ramo da Terra

Planejamento Financeiro: O Caminho Certo Para o Seu Negócio

Falar de saúde nos dias de hoje é imprescindível, por isso, pergunto a você: Como anda a saúde financeira do seu negócio? Tenho certeza de que em algum momento da sua vida o planejamento financeiro teve que ser o centro na tomada das suas decisões, ou talvez ele seja até hoje. Segundo o dicionário Michaelis, a palavra “planejamento” pode significar a determinação de ações para atingir as metas estipuladas, e a palavra “financeiro”, remete-se a finanças definido como administração do dinheiro ou títulos públicos. Mas afinal, o que isso significa na minha vida e qual a sua importância?

Sabemos que o mercado agronômico está em constante crescimento e adaptação, e que a dinâmica produtiva demonstra forças para conseguir superar as mais diversas consequências que surgem perante as crises; logo, o bom planejamento financeiro traz a possibilidade de atingir os objetivos pessoais ou da sua lavoura a curto, médio e longo prazo, mantendo sempre o equilíbrio entre o seu lucro e as suas despesas. O “Agro” pode ser tech, pode ser pop, pode ser tudo, mas antes disso o “Agro” é planejamento.

Para isso tem-se como fundamento a disciplina e diversos dados que devem ser considerados como receitas, fontes de renda, prioridades, possíveis gastos, dentre outros. Entre as ferramentas mais utilizadas temos o “Fluxo de Caixa”, onde torna-se possível visualizar e analisar as receitas, os gastos atuais e as possíveis previsões, podendo assim planejar e preparar-se para o futuro. Seus principais benefícios são o consumo mais consciente, evitar dívidas desnecessárias, ter maior conhecimento de seus gastos e lucros, e muitos outros. De uma maneira simples e direta, quando falamos sobre custos, estamos nos referindo ao valor pago ao trabalho necessário para a produção de bens ou serviços; já quando citamos despesas, são aquelas relacionadas aos valores gastos com a estrutura administrativa e comercial da empresa. Para um entendimento mais concreto: a matéria prima, a energia aplicada na produção de bens e até a mão-de-obra é um custo; já o aluguel de um imóvel ou maquinário, contas fixas de água, luz, telefone e internet se encaixam em despesas.


Fonte: Foregon Conteúdo


A preocupação com melhoria dos processos produtivos e de comercialização ocupa cada vez mais o espaço organizacional, independentemente do tamanho ou do ramo da empresa. Para que melhorias sejam executadas é fundamental um bom gerenciamento de custos, pois com uma gestão bem estruturada é possível identificar a eficiência operacional do seu negócio e constatar se ele está sendo lucrativo ou não, facilitando assim o processo de tomada de decisões, que torna-se mais assertiva e segura, contribuindo para a obtenção de bons resultados.

Ao realizar um balanço de quais foram os custos, despesas e faturamento de um determinado período é possível encontrar o lucro obtido nesse tempo de uma forma muito simples, para tal, é necessário apenas subtrair do seu faturamento total (soma de todas as vendas) as despesas e custos desembolsados durante o processo de produção.

O valor obtido nesse cálculo é chamado de lucro líquido, e através dele é possível identificar a lucratividade do seu negócio. Dividindo esse lucro encontrado pelo seu faturamento total e depois multiplicando por 100, você encontrará um percentual que irá indicar o quanto você está ganhando em cima do serviço desenvolvido e mostrar se as vendas estão sendo suficientes para arcar com seus custos e despesas e ainda gerar lucro.

Para um melhor entendimento, vamos a um exemplo prático:

- Supondo que uma empresa tenha um faturamento de R$ 5.000 e um gasto com custos e despesas de R$ 4.000, conclui-se que ela obteve um lucro líquido de R$ 1.000.

5.000 – 4.000 = R$ 1.000.

- Agora se nós dividirmos esses R$ 1.000 pelos R$ 5.000 de faturamento e multiplicarmos 100 obteremos o indicador de lucratividade.

Lucratividade = (1.000/5.000) X 100 = 20%

Isso significa que, a cada R$ 100,00 vendidos a empresa gera um lucro de 20 reais. Lembrando que esse valor pode ser calculado mensalmente, trimestralmente, semestralmente ou até anualmente.

Entretanto, apesar de empresas rurais sofrerem com certas particularidades que influenciam na produção como, a diversidade de produtos, condições biológicas e climáticas, sazonalidade, estas também devem ser geridas de forma semelhante às outras organizações buscando detectar, controlar e registrar seus gastos.

O fato de desconhecer o quanto custa para produzir gera consequências negativas que levam ao fracasso e comprometem a continuidade da produção. As atividades do ciclo econômico inerentes à produção rural têm se modificando constantemente ao longo dos anos, devido a aspectos como novas tecnologias, políticas públicas, sustentabilidade, dessa forma há a necessidade de estar atento a inovações e estratégias para encarar a concorrência de mercado e usar todas as técnicas de gestão a seu favor para enfrentar o mercado competitivo e potencializar os ganhos e auxiliar na tomada de decisão.


Fonte: Freepik

Se interessou pelo conteúdo? Gostaria de um orçamento?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Orçamentos:

Cel: (18) 99717-6656 (João Pedro)

Cel: (16) 99209-9798 (Carlos)

Email: ramodaterra.comercial@gmail.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej

Referências:

MICHAELIS. Dicionário Brasileiro de Língua Portuguesa, 2020. Disponível em: <http://michaelis.uol.com.br/busca?r=0&f=0&t=0&palavra=finan%C3%A7a>. Acesso em: 08 jun. 2020.

MICHAELIS. Dicionário Brasileiro de Língua Portuguesa, 2020. Disponível em: <https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/planejamento/>. Acesso em: 08 jun. 2020.

PLANEJAMENTO FINANCEIRO: O QUE É, COMO ELABORAR E VANTAGENS. SBCOACHING. 2019. Disponível em: <https://www.sbcoaching.com.br/blog/planejamento-financeiro/>. Acesso em: 08 jun. 2020.

PLANEJAMENTO FINANCEIRO: PARA QUE SERVE? NIBO. 2014. Disponível em: <https://www.nibo.com.br/blog/planejamento-financeiro-para-que-serve/>. Acesso em: 08 jun. 2020.

GESTÃO DE CUSTOS: PRÁTICAS UTILIZADAS EM PROPRIEDADES RURAIS FAMILIARES - ANDRÉIA GURA. 2018. Disponível em:<http://riut.utfpr.edu.br/>. Acesso em 08 jun. 2020.

PAULA G. B. RENTABILIDADE E LUCRATIVIDADE: ENTENDA A DIFERENÇA E A IMPORTÂNCIA DESSES CONCEITOS PARA OS NEGÓCIOS. 2014. Disponível em: <treasy.com.br/blog/rentabilidade-x-lucratividade-voce-sabe-a-diferenca/>. Acessado em: 07 de junho de 2020.

© 2019 by Ramo da Terra - Empresa Júnior de Engenharia Agronômica.