• Ramo da Terra

Erosão de Solos

Você conhece ou já ouviu falar sobre erosão de solos? Infelizmente esse é um problema recorrente em diversas regiões não só no Brasil como no mundo, que traz diversas dificuldades ambientais e econômicas para o desenvolvimento de sua propriedade.

A erosão é um fenômeno que envolve a desagregação, transporte e deposição de partículas do solo, sendo acionado e propagado através de mecanismos próprios da natureza e acelerada por ações humanas irregulares. O motivo que leva à erosão é devido a chuvas fortes e fracas, esse fator depende da compactação e composição do solo (Argiloso/Arenoso) e sua capacidade de infiltração além do volume de água proveniente da precipitação; As enxurradas podem carregar muitos sedimentos que são direcionados para as áreas com maior declividade, ocasionando os diversos tipos de erosão.


Exemplo de erosão de solo – (SENAR)


Esse processo de erosão hídrica pode ocorrer de várias formas, como a laminar (não muito perceptível aos agricultores), sulcos e voçorocas, que também ocorrem com frequência. Sendo um processo que produz queda na fertilidade e na capacidade produtiva do solo (lavando) grande quantidade de nutrientes para os pontos mais baixos. Influencia também na qualidade da água (por inundações, assoreamentos, contaminação e poluição) e na produtividade das culturas agrícolas.

Uma das principais ferramentas para evitar a erosão é a manutenção da superfície do solo, sendo coberta por plantas ou por seus restos culturais (palhada remanescente da última safra). Desta forma, o solo fica protegido do impacto das gotas de chuva e o processo de erosão não tem início. O Sistema de Plantio Direto, que é baseado na manutenção da cobertura do solo, é a forma de produção agrícola mais adequada para a obtenção de elevadas produtividades com mínimas perdas de solo, água, nutrientes e matéria orgânica.

Outra forma muito eficiente, gira em torno do preparo do solo, o uso de equipamentos pesados de forma incoerente causa muitos dos processos já citados acima, analisar e selecionar o tipo de equipamento adequado é uma boa forma de começar.

Muitos estudos falam sobre as Curvas de Nível, sendo uma boa opção para quem possui um terreno com muita ou pouca declividade, que consiste na “construção” de terraços (em nível) estes servem para barrar ou diminuir a velocidade da água, muito utilizado no plantio de grandes culturas como soja, milho, cana-de-açucar e também pastagens.


Curvas de nível para plantio/reter erosão – (Embrapa)

De modo geral é uma prática muito eficiente e que cobre o seu custo, porque evita maiores gastos de recuperação ou reconstituição que geralmente são necessárias quando a erosão atinge níveis maiores. É rápido, e simples de ser realizado, ajudando muito o pequeno e o grande produtor, além de estar adotando novas práticas conservacionistas, que ajudam na conservação do meio ambiente.

Se interessou pelo conteúdo? Gostaria de um orçamento?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Orçamentos:

Cel: (18) 99717-6656 (João Pedro)

Cel: (16) 99209-9798 (Carlos)

Email: ramodaterra.comercial@gmail.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej

Referências :

EROSÃO FOLDER2

CHAVES, T. de A. et al. Recuperação de áreas degradadas por erosão no meio rural. Embrapa Solos-Fôlder/Folheto/Cartilha (INFOTECA-E), 2012. Disponível em:

https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/38848/1/FOL200112.pdf

Acesso em: 18 de Maio de 2020

EROSÃO_FINAL.CDR

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO AGRÍCOLA DE SÃO PAULO (CODASP) . Disponível em: http://www.codasp.sp.gov.br/wp-content/uploads/2016/07/LIVRO-ZOCALSolucoes-Volume-01-Erosoes.pdf

Acesso em: 25 de Maio de 2020


© 2019 by Ramo da Terra - Empresa Júnior de Engenharia Agronômica.