Agronegócio sustentável: uma breve realidade do Brasil

Tomando como base todos os impactos ambientais causados por uma demanda cada vez maior por terras cultiváveis no Brasil e ao redor do mundo, começamos a perceber a necessidade de criar mecanismos que envolvam uma cultura de sustentabilidade na agricultura moderna, além de boas práticas agrícolas, de forma a atender os altos níveis de produção sem causar mais devastação ambiental e desequilíbrio ecológico nas áreas agrícolas.


Uma definição de agricultura sustentável esclarece que "é aquela que respeita o meio ambiente, é justa do ponto de vista social e consegue ser economicamente viável. A agricultura, para ser considerada sustentável deve garantir às gerações futuras a capacidade de suprir as necessidades de produção e qualidade de vida no planeta".


O país já possui conhecimento científico e tecnológico e domínio da agricultura tropical, o que falta para liderar uma produção ambientalmente sustentável em termos de produção são programas mais agressivos de financiamento que estimulem este tipo de agricultura. A implantação do plano nacional de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono, conhecida como ABC, é um exemplo. Práticas que permitem aumentar o estoque de carbono nos solos, como a recuperação de pastos degradados e a integração lavoura-pecuária-florestas já são uma realidade. Nesta mesma linha, o incentivo ao uso de inoculantes para a fixação biológica de nitrogênio irá reduzir muito as emissões de N2O pela agricultura brasileira.


Nos últimos anos, o debate sobre a relação entre o agronegócio e a preservação do meio ambiente, que envolve profundamente o Brasil, tem ganhado bastante destaque na mídia. Paralelamente, as ações pela sustentabilidade têm ganhado força. Os investidores no agronegócio cada vez mais se preocupam com o impacto de seus investimentos no meio ambiente e na sociedade e, por isso, consultam análises como a ESG (Environmental, social and corporate governance), que avalia empresas de acordo com sua governança, impacto social e ambiental.


Somando a isso, algumas gigantes do agronegócio já põem em prática planos em prol da sustentabilidade: a Marfrig anunciou neste ano o Plano Marfrig Verde+, que estabelece que toda a produção se dê sem desmatamento até 2030; e a Bunge ratificou sua meta de eliminar o desmatamento de toda sua produção até 2025, proposta cinco anos atrás. Mas como praticar uma agricultura sustentável? Aqui na Ramo da Terra temos a resposta ideal para você; dicas importantes, que podem ser tomadas para desenvolver a cultura de sustentabilidade no seu agronegócio, contate-nos para mais informações.

Se interessou pelo conteúdo? Gostaria de um orçamento?

Entre em contato conosco! Podemos entregar a melhor solução para sua propriedade Rural.

Ramo da Terra – Soluções Agrícolas e Ambientais

Av. Brasil Norte, 364, Sala 15, Ilha Solteira

Orçamentos:

Cel: (16) 99209-9798 (Carlos)

Email: mkt.ramodaterra@gmail.com

Facebook: facebook.com/ramodaterra

Site: https://bit.ly/ramodaterraej

Referências bibliográficas:


BARONE. B.; CARBONI, V. T. O agronegócio brasileiro: economia e sustentabilidade. SIGALEI, 2020. Disponível em: https://www.sigalei.com.br/blog/oagronegocio-brasileiro-economia-e-sustentabilidade. Acesso em: 01de ago. 2021.


ASSAD, E. D.; MARTINS, S. C.; PINTO, H. P. Coleção de estudos sobre diretrizes para uma economia verde no Brasil. Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável – FBDS. Disponível em: https://www.bibliotecaagptea.org.br/administracao/educacao/livros/SUSTENTABILID ADE%20NO%20AGRONEGOCIO%20BRASILEIRO.pdf. Acesso em: 01 de ago. 2021.


BERGAMASCHI, M. Inovação e Sustentabilidade do Agronegócio. Portal Embrapa. Disponível em: https://www.abagrp.org.br/inovacao-e-sustentabilidade-do-agronegocio. Acesso em: 01 de ago. 2021.


MYFARM. Sustentabilidade no Agronegócio: construindo negócios rurais sustentáveis. Disponível em: https://www.myfarm.com.br/sustentabilidade/. Acesso em: 01 de ago. 2021.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo